segunda-feira, 19 de fevereiro de 2018

Chile coloca em prática rigorosa legislação contra alimentos que engordam



Por Willen Moura* 
Foto: Victor Ruiz Caballero/The New York Times

No Artigo e matéria intitulada: "A infância, a escola e a fábrica da Obesidade"onde destaquei a importância de uma maior atenção aos alimentos consumidos pelos pequenos na primeira infância e principalmente a dos alimentos vendidos nas escolas sob o risco de enfrentarmos nos próximos anos uma epidemia de enfermidades como obesidade e câncer eis que uma nova e talvez boa notícia é que como bem frisou o jornalista Rodrigo Caetano da Revista Época Dinheiro, o Chile está colocando em prática uma legislação que pode ser considerada como uma das mais rigorosas contra alimentos que engordam. 

Segundo informações da Época, a lei, aprovada há dois anos, está proibindo a venda da chamada junk food, como sorvetes, chocolate e salgadinhos, nas escolas. Bebidas com alto teor de açúcar foram taxadas em 18%. E o governo ainda foi mais além, e a partir de 2019,a publicidade desses alimentos será proibida na televisão. No momento está sendo implementado um sistema de rotulagem onde obriga a colocação de avisos, com símbolos de “pare”, nas embalagens. 


Para se ter uma idéia da dimensão da legislação até o Tigre Tony teve que ser retirado dos cereais Kellog’s. De acordo com Caetano, da Época, as empresas PepsiCo e a Kellog’s recorreram à Justiça, mas o processo ainda não foi julgado.







Willen Moura* |
Jornalista | Psicólogo e Estudante de Medicina




Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit, sed diam nonummy nibh euismod tincidunt ut laoreet dolore magna Veniam, quis nostrud exerci tation ullamcorper suscipit lobortis nisl ut aliquip ex ea commodo consequat.

0 comentários:

Postar um comentário

Start Work With Me

Contate-nos
JOHN DOE
+123-456-789
Brasil, Bolívia, Argentina, Colômbia, Peru

Arquivo de Notícias

Periódico

Restey News - World

Recent Posts

Business

Pages

Pinterest

Featured