quarta-feira, 4 de maio de 2016

20 mil Bíblias são distribuídas para famílias palestinas
20 mil Bíblias são distribuídas para famílias palestinasApesar do clima constante de guerra, a mensagem de paz do evangelho continua se espalhando nos territórios palestinos. Vigésimo quarto lugar na lista de Perseguição Religiosa em 2016, segundo a missão Portas Abertas, uma boa notícia foi divulgada pela Sociedade Bíblica Palestina.
Em conjunto com a Igreja Ortodoxa, eles lançaram uma edição especial do Novo Testamento. Para muitas famílias, esta é a primeira oportunidade de possuírem sua própria cópia das Escrituras.
No início do ano passado, foi lançada uma nova tradução em árabe. “É uma Bíblia fácil de entender pois contém fotos e desenhos… Isto pode parecer comum para muitos cristãos, mas para nós, ortodoxos, é uma recomendação vital”, explica Nashat, um líder cristão local.
No último ano, 20 mil cópias foram entregues às famílias da Cisjordânia, em Gaza e em Israel. “Agora as pessoas não param de exclamar ‘nunca sonhei que teria a minha própria Bíblia’. É muito gratificante participar desse momento da vida delas”, comemora.
Embora o cristianismo tenha nascido naquela região, há dois mil anos, somente nas últimas décadas o povo que se chama palestino tem conhecido mais sobre Jesus. Nashat afirma: “As pessoas podem ter razão quando dizem que o cristianismo está em declínio nestas terras [Oriente Médio]. Talvez o número de cristãos tenha diminuído devido à perseguição, mas graças a Deus, um pouquinho de sal já é suficiente para dar sabor”.
“Sentimos nesse tempo uma brisa fresca do Espírito Santo soprando na igreja. A Palavra tem o poder de unir todos os tipos de cristãos e todas as denominações. Juntos somos a ‘noiva de Cristo’ e oro para que essa união possa ser um sinal para a Terra Santa, de um tempo de paz e de perdão. Fomos chamados para espalhar a luz de Jesus entre os povos. Isso é suficiente para expulsar a escuridão desse lugar”, finaliza.
Ao mesmo tempo, a Sociedade Bíblica Palestina (SBP) comemora um acordo com o Ministério da Educação da Palestina. O ministro, Dr. Sabri Saydam, assinou uma carta de cooperação com a SBP, representada pelo seu diretor, Nashat Filmon.
Isso poderá ampliar o trabalho de distribuição das Escrituras entre os palestinos. Existem cerca de 4,2 milhões de palestinos, apenas dois por cento são cristãos.  
Com informações de PBS e Open Doors

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit, sed diam nonummy nibh euismod tincidunt ut laoreet dolore magna Veniam, quis nostrud exerci tation ullamcorper suscipit lobortis nisl ut aliquip ex ea commodo consequat.

0 comentários:

Postar um comentário

Start Work With Me

Contate-nos
JOHN DOE
+123-456-789
Brasil, Bolívia, Argentina, Colômbia, Peru

Arquivo de Notícias

Periódico

Restey News - World

Recent Posts

Business

Pages

Pinterest

Featured